REPRESENTATIVIDADE: A falta de atores negros na série Game of Thrones

julho 24, 2017
Uma das séries mais comentadas nos últimos tempos, inclusive por conta da estreia de sua 7ª temporada na semana anterior, Game Of Thrones, criada por David Benioff e D. B. Weiss é uma adaptação na série de livros A Song of Ice and Fire, de George R. R. Martin e é considerada "febre mundial". 


Basicamente a séria se passa em um local, que podemos dizer, ser uma Europa medieval, trazendo conflitos pessoais e políticos, com personagens em uma  variedade hierárquica, mas nosso objetivo aqui não é falar sobre a série em si, e sim sobre um ponto em particular, a ausência de atores negros em seu elenco.

Recentemente o astro de Star Wars, o ator John Boyega, declarou sua frustração com relação a esta carência, Boyega afirma faltar diversidade nas produções de cinema e TV, em entrevista a revista americana  GQ, ele declarou: "Não há pessoas negras em Game Of Thrones, nem em O Senhor dos Anéis."



"Você vê diferentes pessoas com experiências e culturas diversas todos os dias. Mesmo se você for racista, você vive com isso. A gente pode provocar um pouco mais”, afirmou Boyega à publicação. 

Cabe ressaltar que Star Wars obteve reconhecimento por trazer um ator negro e uma mulher nos papeis de protagonistas no último filme, o que não aconteceu na série Game of Thrones da HBO, onde contamos com apenas três personagens que não são interpretados por atores negros (falando em elenco principal). Eu assisto a série, confesso que fui encantada pelo enredo da história e por alguns pontos em especiais também, como personagens femininos que quebram paradigmas de esteriótipos de meninas "recatadas e donzelas", (o que pode ser conteúdo para um próximo post), mas confesso que fiquei muito frustrada e decepcionada com a grande ausência de atores negros.

Acredito que o ator John Boyega apenas dissertou a indignação de muitas pessoas (a minha com toda certeza), uma série de tamanha proporção, a ponto de carregar fãs do mundo todo poderia ter abraçado melhor seu público entregando uma maior diversidade de elenco e representatividade também.

Há quem julgue esta ausência se dar por conta da questão da época onde a história se passa, mas como uma história fictícia acredito que seja possível uma maior liberdade de escolha de elenco, não?


Outra questão discutível na série, ainda dentro da questão da presença de elenco negro é ter sua presença notada na posição de servos, escravos, piratas, e pobres, (além das mulheres negras e latinas em posição de escravas sexuais e do elenco com atores de aparência latina representando um povo "sem regras") o que nos leva a questão de como ainda somos ilustrados em séries e filmes quando nossa presença é percebida. Esta associação por mais artística que seja, apenas reforça o que vemos fora das produções de dramaturgia.
Xaro Xhoan Daxos, interpretado por Nonso Anozie

Areo Hotah, interpretado por DeObia Oparei
O objetivo deste post é debatermos sobre a questão da representatividade negra e trazer a questão de quanto ela é importante e o quanto ainda somos carentes dela em nosso cotidiano.

Vale mostrarmos alguns destes poucos atores que ainda possuem papel na trama, atualmente contamos com a personagem Missandei, interpretada pela atriz Nathalie Emmanuel, Gray Worm (Verme Cinzento), interpretado pelo ator Jacob Anderson (ambos personagens são escravos libertos pela personagem Daenerys, interpretada pela atriz Emilia Clarke).



Ambos são personagens fortes e com uma história de superação, onde mesmo com toda a questão criticada aqui, o casal é demonstra ser forte e expressa sentimentos que se encaixam perfeitamente aos dias de hoje para as pessoas negras: força, autoaceitação e empoderamento

Missandei, interpretada pela atriz Nathalie Emmanuel

atriz Nathalie Emmanuel 

Verme Cinzento, interpretado pelo ator Jacob Anderson
 ator Jacob Anderson
Torcemos pelo dia que a busca pela representatividade seja cada vez menor, mas que tenhamos cada vez mais voz também para trazer esse tema. Afinal, só queremos conseguir consumir algo que realmente seja pensado em nós.

E aí qual opinião de vocês?







Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.